top of page
LOGO3 ICON_edited.png
  • Foto do escritorJosé Eduardo Mercado Ribeiro Lima

MERCADO LIVRE É CONDENADO A INDENIZAR LOJISTA POR COBRANÇA INDEVIDA DE R$ 14.780,28 E EXTRAVIO DE PRODUTOS!

Em uma decisão icônica, a 4ª Vara Cível do Foro Regional do Jabaquara/SP impediu o Mercado Livre de cobrar uma dívida indevida de R$ 14.780,28 de um lojista que teve seus produtos extraviados.

 

O lojista utilizava o serviço de entregas próprio do Mercado Livre para enviar seus produtos aos clientes. No entanto, em 14/12/2022, 49 pacotes não foram coletados pela transportadora por falta de espaço no veículo e foram recusados pelo Mercado Livre, sendo armazenados em um CDD (Centro de Distribuição).

 

Devido à não entrega, o Mercado Livre reembolsou os clientes, mas, de forma injustificável, cobrou o lojista pelos valores dos produtos extraviados, debitando-os diretamente de sua conta.

 

O lojista tentou resolver a situação amigavelmente, comunicando o equívoco ao Mercado Livre, mas não obteve sucesso. Diante disso, ela recorreu à justiça.

 


Produtos subtraídos pelo Mercado Livre
Como proceder em caso de cobrança indevida do Mercado Livre

A juíza Samira de Castro Lorena da Ponte, da 4ª Vara Cível do Foro Regional do Jabaquara/SP, analisou o caso e concluiu que a lojista não teve culpa pelo erro de entrega.

 

Esta decisão é um importante precedente para outros casos semelhantes, pois demonstra que os consumidores têm seus direitos protegidos pela justiça, conforme trecho final a seguir destacado:

 

“Diante do exposto e do mais que dos autos consta julgo PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido, para tornar inexigível o débito, na plataforma Mercado Livre, constante na conta da autora, no valor de R$ 14.780,28, bem como para condenar a ré ao pagamento do valor de R$ 14.780,28, corrigido monetariamente pela Tabela Prática do Tribunal de Justiça do Estão de São Paulo, a partir do desembolso e acrescido de juros de mora de 1% ao ano, a partir da citação.

 

O escritório Mercado Advocacia atuou como patrono desta causa.

 

Processo: 1028779-36.2023.8.26.0003

 

Cobrança indevida pelo Mercado Livre

Advogado especialista em Mercado Livre

Como proceder em caso de cobrança indevida do Mercado Livre

Taxas indevidas do Mercado Livre

Como evitar a cobrança de taxas indevidas do Mercado Livre

Produtos subtraídos pelo Mercado Livre

Produtos apreendidos pela Receita Federal

Estorno de clientes pelo Mercado Livre

Produtos extraviados pelo Mercado Livre

 

 

Comments


Facebook
Posts Recentes
bottom of page